skip to Main Content
Planejando O Uso Da Sua Restituição Do Imposto De Renda 2018?

Planejando o uso da sua restituição do imposto de renda 2018?

Início do período de entrega do imposto de renda chegando e já pensando na restituição do imposto de renda? Muitos pensam mais do que na própria declaração, o que pode trazer grandes riscos e restituição indevida. A receita tem cada vez mais informações do nosso dia a dia, informações de cartão de crédito, compra e venda de bens, informações bancárias, e com cada vez mais declarações obrigatórias para as empresas, a vida econômica dos empreendedores fica ainda mais evidente nas relações entre empresa x empresário.

Diversos órgãos e instituição têm a obrigatoriedades mensais e anuais de enviar essas informações de seus usuários, o que faz que grande parte das informações a Receita já saiba antes mesmo de você enviar a declaração, ao invés de ter que buscar dados para auditar a receita apenas confere, aí que mora o perigo!

Outro ponto em foco em 2018 é a prioridade de restituição do imposto sobre a renda, que te faz correr ainda mais para envio da sua declaração. A partir desse ano dois grupos terão preferência na restituição, pessoas com mais de 60 anos e professores, assim se pensa em contar com sua restituição o quanto antes, busque o seu contador para enviar a declaração o mais breve possível, pois após esses grupos prioritários, a restituição é agendada cronologicamente pela data de envio da declaração, então não perca tempo!

https://exactusonline.com.br/abra-a-sua-empresa/

Carnê Leão

Todo rendimento recebido de pessoa física deve ser tributado pelo carnê leão mensalmente de acordo com a tabela do imposto de renda, incluindo serviços diversos como autônomo, alugueis, entre outros rendimentos. E esses valores pagos podem ser em parte ou até totalmente ser restituídos na sua declaração do imposto de renda.

O não planejamento, acompanhamento e recolhimento pelo carnê leão, além de deixar a restituição do carnê leão pago mais longe, traz custos como juros e correções monetárias, e ainda pode causar multas e dores de cabeça nas suas finanças.

Os rendimentos recebidos devem ter o carnê leão recolhido até o último dia útil do mês subsequente a percepção, ou ainda anteriormente a data de envio da declaração do imposto de renda, atualizado com juros e correção monetária até a data do pagamento.

Em alguns casos a solução para diminuir a carga tributária elevada do carnê leão está na abertura de uma empresa, que se planejada pode derrubar a alíquota de 27,5% do carnê leão para 11,33% na tributação pelo lucro presumido de uma empresa.

INSS

Uns dos pontos mais evidentes no momento para a Receita, o recolhimento como autônomo para o INSS. Toda prestação de serviço de pessoa física deve ter a contribuição para o INSS, pois é uma contribuição obrigatória.

A alíquota sobre o rendimento é de 20% sobre os rendimentos, limitado a base de cálculo a tabela máxima do INSS que é de R$ 5.645,80, ou seja, mesmo que tenha uma renda de R$ 10.000,00 a base de cálculo do imposto será o teto da tabela.

Na prestação de serviços para empresas a responsabilidade de recolhimento da contribuição é da empresa, assim você deve receber os pagamentos dos seus serviços de forma líquida.

Não perca tempo e dinheiro, e busque ajuda para não ter problemas com mais essa contribuição. Em 2017 milhares de autônomos receberam notificações da receita cobrando a contribuição sobre os rendimentos percebidos, e ainda com juros e multa, ligue o alerta!

MEI

Fique de olho micro empreendedor individual, mesmo não sendo obrigado a declarar por ser MEI, você pode estar obrigado pela relação que tem com a sua empresa.

Por exemplo, um faturamento mensal de R$4.000,00 pela sua empresa, e um custo mensal de R$ 1.000,00, gera um lucro de R$ 3.000,00 e digamos que você transfere esse valor pra sua conta, totalizando assim R$ 36.000,00 ao ano, o que consequentemente te faz parte do grupo obrigado a declarar o imposto de renda.

Mas não para por aí, conforme sua atividade existe uma faixa de presunção do lucro que é isenta de imposto de renda, mas a diferença é tributável, por isso o auxílio de um contador pode ser imprescindível para não ter custos tributários maiores e problemas com bloqueio do seu CPF.

Seja diferente, inove, evolua, escreva-se em nossa newsletter !

Ficou com dúvida sobre sua declaração do imposto de renda de 2018, conte com a Exactus e tenha segurança e tranquilidade para ter sua restituição e ainda fique longe de problemas futuros e da temida malha fina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito só para você!
O empreendedorismo rural sempre foi um tipo de negócio extremamente…